Escolas do SESI Bahia estão com matrículas abertas até 28 de fevereiro

0
29

Está em busca de uma escola com foco no aprendizado e nas necessidades do mundo do trabalho? O Serviço Social da Indústria (SESI) está com 9.126 vagas abertas na Bahia. Instituição oferece estrutura de ponta, com materiais pedagógicos atualizados de acordo com o mercado de trabalho. Há oportunidades nas unidades de Salvador, Feira de Santana, Ilhéus, Juazeiro, Candeias, Vitória da Conquista, Barreiras e Luis Eduardo Magalhães.

As matrículas de novos alunos podem ser feitas até 28 de fevereiro, de forma online ou presencialmente. A distribuição de vagas está disponível no link, onde também é possível fazer um tour virtual pelas unidades de ensino. 

Arte - Brasil 61

Segundo o gerente de Educação Regular do SESI Bahia, Mário Costa, as matrículas podem ser feitas, tanto pelo site, quanto pelo atendimento presencial agendado. Ele informa que as unidades de ensino têm seguido todos os protocolos sanitários, recomendados pelas autoridades de saúde, para evitar o contágio pelo novo coronavírus. Para agendar o atendimento, consulte o telefone e o endereço das unidades escolares pelo site.

Confira no link os documentos necessários para efetivar a matrícula, de acordo com a classificação do aluno.

Matrículas para escolas da Rede Sesi de Rondônia estão abertas até 27 de janeiro

MS: Escolas do SESI no estado abrem período de matrículas para 2021

Undime publica caderno de orientações para secretários municipais de Educação

O professor Alcy Freitas, da Escola SESI Reitor Miguel Calmon, em Salvador, destaca o diferencial da instituição de ensino. “Ela é cientifica, tecnológica e empreendedora. Ela possui também uma estrutura diferenciada, não só em termos de infraestrutura, mas também de material humano”, afirma. 

Segundo o professor, a unidade escolar já usava as plataformas digitais para ensino, antes mesmo da pandemia, o que facilitou as aulas remotas, em 2020. “Foi necessária uma formação técnica, porque nós professores não sabíamos nada sobre a criação de conteúdo para aulas remotas. O bom é que o SESI – através da sua visão estratégica – já havia elaborado um modelo de educação híbrida. Então essa transposição ocorreu de forma mais fácil”, comenta.

Kevin Chagas, de 15 anos, é aluno da Escola SESI Reitor Miguel Calmon, em Salvador. Ele conta o que espera para seu futuro profissional. “Eu acho que vou me destacar no mercado de trabalho; não só eu, mas todo os alunos que estudam no SESI, porque é uma escola que nos prepara para o futuro, para o mercado de trabalho. Nos proporciona laboratórios de ciência, robótica, temos iniciação cientifica, também professores ótimos, que estão sempre ao nosso lado, nos preparando para o Enem, para o trabalho, nos dando dicas. Os funcionários sempre nos ajudam, são como se fossem nossos irmãos e amigos”, comenta.

Início das aulas

O início das aulas está previsto para o dia 15 de fevereiro, contudo, o SESI aguarda posicionamento da Secretaria de Estado de Educação para definir a forma como isso deve acontecer, como explica o gerente Mário Costa.

“Como ainda não temos o posicionamento oficial da Secretaria de Estado de Educação, sobre a finalização do ano letivo de 2020, e como não temos um cenário de saúde estabelecido sobre a autorização da reabertura das escoas, a rede SESI Bahia mantém seu calendário para o início das aulas, em 15 de fevereiro, seja de forma virtual ou – no caso de haver autorização de reabertura e funcionamento – de modo híbrido: parte virtual, parte presencial”, explica.

A equipe do SESI Nacional elaborou o Guia SESI para Retorno às Aulas Presenciais em Tempos de Covid-19. O documento orienta os departamentos regionais a estabelecer um plano de retomada das aulas presenciais, seguindo calendário e determinações dos governos estadual e municipal. 

O gerente de Educação Regular do SESI Bahia, Mário Costa, detalha o planejamento para retorno presencial das aulas, nas unidades do estado baiano. “Todas as nossas unidades estão preparadas, com protocolo de retomada já implementado e treinamento das equipes. Nossos protocolos de higienização e sanitização foram desenhados; houve investimento em infraestrutura preventiva, em todas as áreas escolares, mantendo os distanciamentos, por meio de demarcação dos espaços; com rodízios pré-estabelecidos de ocupação e redução do período de permanência”, detalha.

Segundo Mário Costa, as primeiras ações após o retorno das aulas serão de acolhida, garantindo a compreensão desses protocolos pelos alunos, seus familiares e equipe de colaboradores. “A preocupação do SESI Bahia, em manter essa saúde e integridade de toda a comunidade escolar, é nossa prioridade. Seguiremos dessa forma com a mesma cautela e responsabilidade, que temos agido até aqui”.

Além do esforço para garantir a segurança sanitária, o gerente Mário Costa anunciou investimentos na qualidade das aulas, na formação dos professores e na infraestrutura das escolas, para que os alunos prossigam com o aprendizado protagonista, por meio de uma educação inovadora e metodologias ativas e integradas.

Confira: 7 motivos para estudar no SESI

Foto: SESI Bahia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui