Torneio Internacional de Futebol Feminino consolida Amazonas na rota dos grandes eventos esportivos

Foto: Tácio Melo/Secom
Foto: Tácio Melo/Secom

Competição iniciou nesta quinta-feira, na Arena da Amazônia

Com vitória de 6 a 1 do Brasil sobre a Índia, a primeira noite de disputas do Torneio Internacional de Futebol Feminino foi marcada pela despedida da volante Formiga, após 26 anos de serviços prestados à Seleção Brasileira. Além da emoção vivenciada em campo, outro ponto celebrado pelos torcedores foi a organização e cumprimento de protocolos de saúde no evento, realizado pela parceria entre o Governo do Amazonas, Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e Federação Amazonense de Futebol (FAF).

Palco da competição, a Arena da Amazônia Vivaldo Lima, foi preparada para receber os jogos disputados entre as seleções do Brasil, Índia, Chile e Venezuela até o dia 1° de dezembro.

O diretor-presidente da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), Jorge Oliveira, destaca que o sucesso obtido em ocasiões como o jogo da Seleção Brasileira masculina de futebol – que jogou na Arena da Amazônia contra o Uruguai dia 14 de outubro; e agora no Torneio Internacional de Futebol Feminino consolida o Amazonas como rota de grandes eventos esportivos.

“E esse é o despacho do governador Wilson Lima, sempre elevar o estado do Amazonas, colocando o esporte de alto rendimento em evidência não só no cenário local, mas no cenário nacional e agora com o Torneio Internacional Feminino, que nos dá muito mais bonificações no cenário internacional para o esporte, aqui no estado do Amazonas”, ressaltou Jorge.

Para o torcedor Rafael Makson, presidente de um time de futebol feminino do Amazonas, o Makson Futebol Clube, a realização de competições de nível internacional potencializa o desenvolvimento do esporte local e traz visibilidade ao Amazonas. Ele também destaca a importância da vacinação.

“Eu vejo como uma boa ação do Estado, trazendo esses eventos de fora para fazer um intercâmbio entre os torcedores do estado com as pessoas de fora”, observou Rafael.

Serviços e protocolos – Além da estrutura da Arena atendendo aos padrões exigidos pela CBF, o Governo do Estado garante serviços de saúde e segurança durante a partida, por meio da atuação de servidores das secretarias de Saúde (SES-AM); e Segurança Pública (SSP-AM); Fundação de Vigilância em Saúde Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), além do suporte de outros órgãos estaduais.

Para ter acesso ao estádio, além do uso obrigatório de máscara, o pré-requisito básico, a exemplo de eventos esportivos e culturais realizados anteriormente, foi a apresentação da carteira de vacinação com esquema vacinal completo contra a Covid-19.

“É muito importante. Depois de a gente passar por isso tudo que a gente já passou no nosso Amazonas, que foi muito difícil nos primeiros momentos da pandemia, graças a Deus a gente está aqui. E que todo mundo vacine, tem muita gente ainda sem se vacinar, a pessoa tem que vacinar”, alertou a aposentada Maria Auxiliadora Oliveira.

Vacina Premiada – A campanha do Governo do Amazonas premiou 500 torcedores com a vacinação em dia para assistirem aos jogos do Torneio Internacional de Futebol Feminino, como forma de incentivar e ampliar os números de vacinados no estado.

A professora Antônia Anete, que já havia sido sorteada na “Vacina Premiada” com ingresso para o jogo entre Brasil e Uruguai, no futebol masculino, contou com a sorte mais uma vez e foi contemplada com um par de ingressos para o torneio feminino.

“Eu sempre participo. Acho uma forma de incentivar essas pessoas que não estão querendo se vacinar, a gente incentiva, eu mando o link para os amigos, para que todos participem. Tem várias opções que você pode se cadastrar e participar, além de contribuir com a vacinação e a gente pôr fim à pandemia”, comentou a professora, que já recebeu as três doses contra a Covid-19.

Próximos jogos – O Torneio Internacional de Futebol Feminino é o último compromisso da Seleção Feminina no ano de 2021. No próximo domingo (28/11), às 20h, o Brasil encara a Venezuela; enquanto Índia e Chile se enfrentam antes, às 17h.

A última rodada, na próxima quarta-feira (1º/11), guarda os duelos entre Venezuela e Índia, às 17h; e Brasil e Chile, às 20h (todos os horários são de Manaus).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *